Ipanema debatida na Casa de Cultura Laura Alvim

A Casa de Cultura Laura Alvim recebe, a partir de quinta-feira, 27 de abril, o evento “Re-ver Ipanema”, uma série de debates semanais sobre as histórias e os legados do famoso bairro, sempre com entrada franca.

Realizado pelo Instituto-e, com apoio da TV Globo e em cooperação com a UNESCO Brasil, “Re-ver Ipanema” faz parte da programação da exposição “Ipanema por Oskar Metsavaht”, que fica na Casa até 4 de junho.

O evento será aberto na quinta-feira, às 19h, por Oskar Metsavaht; André Dias, da TV Globo; Renata Monteiro, da Casa de Cultura Laura Alvim; e Marlova J. Noleto, da UNESCO. O debate inaugural está programado para durar até 21h e terá como tema “Ipanema, suas histórias e legados” e contará com a participação do escritor e jornalista Ruy Castro,de Antônia Soares Ferreira, do Museu da Favela, e de Deise Carvalho, da Associação dos Moradores do Cantagalo. A mediação é do diretor e roteirista Rafael Dragaud.

Na terça-feira, 2 de maio, também às 19h, o tema “Ipanema, modos de ser, modos de estar”, sobre o ethos de seus moradores e frequentadores, no qual interagem atividades culturais, prática de esportes e a convivência com a natureza, será debatido por Cassia Oliveira ( da ONG Harmonicanto), Luiz Guilherme Aguiar (Arpoador Surf Club), Oskar Metsavaht (Instituto-E) e Renata Monteiro (diretora da Casa de Cultura Laura Alvim), com mediação da jornalista e apresentadora Mariana Gross.

Por último, na quarta-feira, 11 de maio, no mesmo horário, haverá debate com representantes de movimentos sociais, artísticos e dos afetos cujas tramas se entrelaçam em Ipanema. Participarão da mesa Carlos Tufvesson (estilista e militante de direitos civis e humanos), Key Tetra (produtor cultural do Cantagalo), Manoel Thedim (do Instituto de Estudos do Trabalho e Sociedade/IETS), Marcus Wagner (do Coletivo Alalaô). O jornalista e escritor Zuenir Ventura será o mediador.

O Instituto-E também vai promover oficinas de criatividade para alunos da rede municipal. Durante as aulas, eles irão aprender etapas do processo de fotografia, como a construção da câmera escura e atividades com Pinhole (câmera artesanal).

As fotos dos alunos serão exibidas em um painel na área externa da Casa, que também abriga a exposição inédita “Ipanema por Oskar Metsavaht”, que reúne fotos, videoinstalação e esculturas que imprimem o olhar do artista sobre o bairro.