Museu do Ingá recebe prêmio internacional

O Museu do Ingá, espaço da FUNARJ em Niterói, acaba de ganhar um dos mais importantes prêmios internacionais na área museológica.

Ele foi o terceiro colocado na 10ª edição do Prêmio Ibermuseus de Educação, categoria I, com o projeto “Sala Experiências do Olhar – Espaço Inclusivo de Experimentação Sensorial”.

O prêmio é dado pela Iber Museus, instituição que reúne 22 países , a projetos cujo objetivo é fortalecer o papel social dos museus. O projeto “Sala Experiências do Olhar” é o primeiro espaço de museu no estado elaborado, prioritariamente, para pessoas com perda parcial ou total da visão. É, ao mesmo tempo, um trabalho de inclusão e de exploração de sentidos por meio de variadas formas de interação com a obra de um artista.

Este ano, o prêmio destacou oito projetos de Argentina, Brasil, Colômbia, Chile, Equador e Portugal, divididos em duas categorias e selecionados pela Comissão Especial de Avaliação formada por Cecilia Bertolini, da Direção Nacional de Cultura do Ministério da Educação e Cultura do Uruguai; Fátima Roque, da Direção Geral do Património Cultural de Portugal; e Alan Trampe, Subdiretor Nacional de Museus do Chile e presidente do Conselho Intergovernamental do Programa Ibermuseus.

Ao todo, os projetos premiados repartiram um prêmio no valor de 75 mil dólares.