Teatro Armando Gonzaga
Teatro Armando Gonzaga

Situado no bairro de Marechal Hermes, zona norte do Rio de Janeiro, o Teatro Armando Gonzaga oferece diversos espetáculos e desempenha função bastante ativa em fomentar expressões artísticas da comunidade, proporcionando cursos de teatro, dança e vídeo.

Histórico

O Teatro Armando Gonzaga foi inaugurado em 19 de abril de 1954 pelo então prefeito da cidade, na época ainda Distrito Federal, Dulcídio do Espírito Santo Cardoso. O nome do teatro foi uma homenagem ao jornalista e dramaturgo Armando Gonzaga.

Célebre autor de comédias de costumes na primeira metade do século XX, no Rio de Janeiro, Armando participou da chamada 'Geração Trianon', ao lado de Viriato Corrêa, Gastão Tojeiro e Oduvaldo Vianna. Sua obra, na maioria comédias leves, tinha como temática conflitos familiares, costumes cotidianos e situações envolvendo personagens tipicamente cariocas. Entre seus textos, destacam-se "Cala a boca, Etelvina!" e "O Ministro do Supremo".

O prédio tem projeto arquitetônico de Affonso Eduardo Reidy, jardins de Burle Marx e painéis laterais de Paulo Werneck. O tombamento do teatro foi realizado pelo Instituto Estadual de Patrimônio Cultural (Inepac) em 1989.

Na década de 70, o teatro integrou o grande circuito de espetáculos, apresentando na zona norte sucessos de público e crítica como Um edifício chamado 200, de Paulo Pontes, com Milton Moraes e José Renato no elenco, e Dois perdidos numa noite suja, de Plínio Marcos. Nos anos 80, o espaço foi parada obrigatória de famosos humoristas, entre eles Costinha, Colé, Carvalinho, Nádia Maria, Dercy Gonçalves e Nick Nicola.

Após as obras de reforma de 1979/80, Moreira da Silva comandou a festa de sua reinauguração, em abril de 1981. Em 1986 o prédio foi reformado novamente e suas dependências modernizadas, proporcionando mais conforto tanto para atores quanto para o público. Em 2008 o teatro sofreu sua reforma mais recente, com recuperação de todo telhado, troca das poltronas e pintura externa.

O teatro já teve à frente de sua direção jornalistas, professores, produtores, carnavalescos, atores e diretores teatrais, entre eles Augusto Soares, Mario de Oliveira, Marcio Mendes Antonio, Zenaide Silva, Selma Monteiro e João Rachid.

A atual diretora do teatro é Gláucia Dias.

 

Redes Sociais

https://web.facebook.com/teatroarmandogonzagamarechalhermes?_rdc=1&_rdr

 

Informações

CONTATO

Telefone: +55 21 2332-1040

 

FUNCIONAMENTO DA BILHETERIA

De quinta a domingo, de 14h às 18h. Em dias de espetáculos, até 20h30

Lotação
205 lugares


COMO CHEGAR
Trem

Marechal Hermes (Super Via)

Ônibus
Linhas 320 / 324 / 328 / 329 / 330 / 342 / 344 / 472 / 475 / 2305


Informações Técnicas:

Metragem Interna 1044m²

Metragem Externa 110m²

 

Endereço

https://www.google.com/maps?ll=-22.865641,-43.373696&z=16&t=m&hl=pt-BR&gl=BR&mapclient=embed&cid=3475290928596036084