A dança de “Blue-Bonjour Tristesse” no Teatro Glaucio Gill

Dança

Chocado com a crise geral que domina o país, atordoado por mudanças súbitas e difíceis de serem assimiladas, o coreógrafo Renato Vieira resolveu absorver o impacto entrando num ensaio, ouvindo um blues.

E tendo a literatura sempre como um dos pontos de partida de suas criações, Renato Vieira somou a este universo a poesia da polonesa Wislawa Szymborska, cujo lema foi “Prefiro o ridículo de escrever poemas ao ridículo de não escrevê-los.’’

 

Elenco Quando Ingressos Endereço