Clássico “Perdoa-me Por Me Traíres” ganha nova montagem no Teatro Laura Alvim

Drama

Escrita por Nelson Rodrigues no ano de 1957, a peça já ganhou diversas encenações por todo o Brasil e até mesmo pelo mundo. Conta a história de Glorinha, uma adolescente órfã. Reprimida pelo tio com quem vive, ela é instigada por sua melhor amiga, Nair, a conhecer o mundo dos bordéis.  Seu tio, Raul, ao descobrir que a sobrinha se prostitui, decide então revelar segredos sobre a sua origem. Esses segredos podem mudar o rumo da história.

Um  clássico de Nelson Rodrigues é sempre um presente para qualquer ator e esse também será para a plateia, que poderá desfrutar desse universo encantador, que hipnotiza o público. Todos os ingredientes da obra de Nelson estão lá: desejos, traições, morte, sexo, vingança, violência física e moral, prostituição e todos esses sentimentos que regem a humanidade até os dias de hoje e estão longe de serem datados. O próprio Nelson Rodrigues já participou dessa montagem no papel de Raul, contracenando com Abdias do Nascimento, sob a direção de Glaucio Gill. O texto foi adaptado para o cinema em 1980, no filme homônimo, dirigido por Braz Chediak, que ainda ganhou a música “Mil Perdões”, composta por Chico Buarque, que se tornou um clássico da MPB.

Sobre o que o estimulou a trabalhar nessa nova montagem, Daniel Herz, que já dirigiu também a obra “Valsa nº 6”, do mesmo autor, explica: “Nelson é universal e por isso sempre atual, mas é importante não deixar a singularidade do ´sotaque´ rodriguiano parecer uma cena cheia de naftalina. Manter a linguagem, mas parecer que ela é dos nossos dias, do nosso momento histórico. Esse é o grande desafio”. Daniel acredita ainda que Nelson se repete com uma originalidade incrível e que dirigir “Perdoa-me...” é virar um pouco todos eles: a doença e a paixão que cada personagem carrega. Para finalizar Herz ainda diz “Ele é o nosso Shakespeare. Genial. Único! Poderia ficar o resto da vida só montando Nelson.”

Elenco Quando Ingressos Endereço