Contos de Ronaldo Correia de Brito são base de peça “Redemunho”, no Teatro Rogério Cardoso

Redemunho 2 menor

Drama

Em um tempo arcaico quase mitológico, quatro histórias se tocam no centro de um redemoinho de fatalidades. As histórias desenham destinos que não podem ser evitados, colocando suas personagens centrais no momento inexorável de sua caminhada em direção ao trágico.

A peça transpõe para o palco quatro contos do premiado escritor cearense Ronaldo Correia de Brito publicados em seu livro “Faca”, de 2003. Através de suas "memórias inventadas", como o autor se refere às suas narrativas, o leitor – e agora o espectador - é transportado para as ruínas de um Sertão Nordestino mítico, que já não existe mais.

Os contos são transpostos para o palco praticamente na íntegra. O objetivo é interferir o mínimo possível na beleza e contundência dos textos de Correia de Brito. Todas as rubricas e descrições das cenas são ditas pelo ator que interpreta o personagem em questão.

A peça é apresentada em formato de arena. Os atores se acomodarão junto ao público quando não estiverem no centro da cena. Cada ator usa somente um único figurino e alguns elementos cênicos.

Elenco Quando Ingressos Endereço