Elvis, Bowie, Madonna e Morrison viram deuses gregos em “Poptologia”, no Teatro Glaucio Gill

Teatro

Zeus é Elvis, Prometeu é David Bowie, Pandora é Madonna e Dionísio é Jim Morrison.

Quatro esquetes, um por “Deus Pop”, onde o ator Jano Moskorz, faz todos os personagens ao longo da peça.

O fio condutor se dá, quando Prometeu rouba o fogo sagrado de Zeus e entrega aos homens. Zeus, como vingança condena Prometeu a ser acorrentado em uma rocha e que todos os dias uma águia viria e comeria seu fígado.

Como um Deus imortal, o fígado de Prometeu se regenerava, e o castigo perdurava dia após dia.

Os outros dois esquetes apresentam o mito da “Caixa de Pandora”, a primeira mulher entre as primeiras, figurada nesta obra, pela rainha do pop, Madonna.

Por fim, em performance “The Doors”, invocamos Dionísio, Deus do teatro e do vinho.

Com alusão poética a Jim Morrison, finalizamos a peça consagrando o ritual do teatro.

O texto é composto por referências diretas às obras relacionadas aos mitos escolhidos e as caraterísticas dos personagens são composições que fundem o Olimpo Grego com as figuras do mundo Pop Art de Andy Warhol.

Elenco Quando Ingressos Endereço