“Giz 9” usa escolas para falar de prisões no Teatro Rogério Cardoso

Teatro

2064. Sociedade de vigilância.

À primeira vista, ao acompanharmos um dia na vida de Zuleika, professora primária de uma escola de estrutura evidentemente precária, pode-se dizer que estamos diante de uma tragicomédia que trata de educação.

Mas, tal como os padrões de beleza, o racismo estrutural e o patriarcado, dentre outros sistemas, a escola é um cenário perfeito para se falar das prisões – às vezes intangíveis.

Autoria: Carine Klimeck

Direção: Thais Loureiro

Elenco: Carine Klimeck

Dias da semana: Sexta, Sábado, Domingo

Elenco Quando Ingressos Endereço