“Meus Cabelos de Baobá” fala de ancestralidade e valores africanos no Teatro Laura Alvim

Musical

Ao se deparar com episódios nefrálgicos na infância, a menina Dandaluanda fantasia um diálogo com o Baobá e é correspondida.

A magia que emana da árvore de origem africana invade a cena e faz com que a mulher, também alimentada por sua ancestralidade, valorize sua identidade negra e se torne rainha. A árvore milenar, de galhos fortes e compridos, a referência de suas ancestrais femininas, ensinou-lhes valores africanos e a despertou para uma nova vida.

Primeiro, como menina; em seguida, como mulher, e, finalmente, como Rainha Dandaluanda.

Autoria: Fernanda Dias

Direção: Vilma Melo

Elenco: Fernanda Dias, Ana Paula Black e Beá Felícito

Dias da semana: Sexta, Sábado, Domingo

Elenco Quando Ingressos Endereço