Monólogo “O Nefelibato” chega ao Teatro Glaucio Gill

Drama

Era o ano de 1990, e o país voltava a ter um governo eleito democraticamente. A inflação galopante exigia medidas drásticas. A saída da nova equipe econômica foi confiscar parte da caderneta de poupança da população.

Tal medida levou milhares de brasileiros ao desespero e à bancarrota. Muitos enlouqueceram.

Esse é o caso de Anderson, que amargou outras perdas em sua vida: seu negócio (uma agência de viagens), um ente querido e um grande amor. Isso tudo leva-o a perambular pelas ruas.

O andarilho Anderson é a figura central de Nefelibato, monólogo de Regiana Antonini que Luiz Machado leva à cena para celebrar seus 20 anos de carreira. A montagem tem direção de Fernando Philbert e supervisão de Amir Haddad.

Elenco Quando Ingressos Endereço