“O Caixeiro da Taverna”, ópera de Guilherme Bernstein, na Sala Cecília Meireles

Música

O “Caixeiro da Taverna”, do compositor e regente brasileiro Guilherme Bernstein, baseia-se na comédia homônima de Martins Pena. O libreto foi diretamente retirado do texto original. Luís Carlos Martins Pena nasceu no Rio de Janeiro em 1815. Foi um notável teatrólogo, considerado fundador da “comédia de costumes” no Brasil. Escreveu comédias e farsas da metade do século XIX, que envolvem principalmente pessoas da roça e das cidades.

O texto narra as peripécias do ambicioso e trapaceiro Manoel Pacheco, português cujo maior sonho é ser sócio de sua ama, Angélica Pereira, dona da taverna, que morre de amores por ele. A ambição desenfreada deste caixeiro o coloca em situações hilariantes, que certamente proporcionarão bons motivos para risadas.

 

Direção: Guilherme Bernstein: Direção Musical e Regência; Licio Bruno: Direção Cênica

Elenco: Ensemble Coletivo das Artes: Felipe Prazeres, violino; Priscila Plata Rato, violino; Marco Catto, viola; Janaina Salles, violoncelo; Gael Lhoumeau, contrabaixo; Sofia Ceccato, flauta; Marcos dos Passos Jr, clarinete; Simon Béchemin, fagote. Personagem/Intérprete: Manuel – Licio Bruno; Angélica – Adalgisa Rosa; Deolinda – Flávia Fernandes; Francisco – Renato Gonçalves; Quintino – Alessandro Santana; Antonio – Tadeu Kuzendorff

Dias da semana: Sexta, Sábado

Elenco Quando Ingressos Endereço