Arquivo do Autor

“Bye Bye Bangu” na plataforma FUNARJ EM CASA

Postado por Lays Silva em 29/jun/2021 -

Monólogo escrito por Diogo Camargos para a Drag Queen Suzy Brasil, o espetáculo nasceu da vontade do produtor Claudio Tizo de trabalhar com a artista,  grande ativista e referência da comunidade LGBTQI+ e também conhecida nas redes sociais por seus esquetes de humor. 

A drag queen Suzy Brasil da vida a Consuelo, mulher aposentada recentemente que resolve propor a três amigas refazerem uma viagem que tinham feito 25 anos antes, quando ainda eram jovens e cheias de sonhos.

Todas as amigas de Consuelo são ricas e bem sucedidas e, apesar de nas redes sociais ela ter uma vida de ostentação, na realidade a viagem é muito cara para os padrões atuais de Consuelo e, sem querer dar o braço a torcer, ela vende a casa onde mora, em Bangu, para poder embarcar nesta aventura. Enquanto espera as amigas no aeroporto, Consuelo lembra com muito humor as histórias que viveram juntas, a viagem que fizeram no passado e até as brigas que já tiveram. 

Gravado no Teatro Glaucio Gill, em Copacabana, o espetáculo chega à plataforma online FUNARJ EM CASA.

O espetáculo é exibido ‘on demand’. Ou seja, sob encomenda.

Funciona assim: a partir da hora da compra do ingresso, o link é liberado por 48h. E dentro deste período você pode assistir quantas vezes quiser.

Bom espetáculo!

 

Elenco

Autoria: Diogo Camargos

Direção: Diogo Camargos

Elenco: Suzy Brasil

Quando

Início: 21/05/2021

Término: 21/08/2021

Duração: 70

Ingressos

Classificação: 14

Outros Valores: Ingressos com preços a partir de R$ 20,00

A plataforma digital FUNARJ EM CASA quer você

Postado por Lays Silva em 29/jun/2021 -

A Fundação Anita Mantuano de Artes do Estado do Rio de Janeiro/FUNARJ criou a plataforma digital FUNARJ EM CASA, aberta aos produtores que queiram veicular online seus espetáculos – de peças de teatro a apresentações musicais.

Os produtores hospedam seus espetáculos na plataforma e a FUNARJ se encarrega de fazer sua veiculação online, via streaming, com ingressos vendidos pela Sympla.



Existem várias modalidades de utilização da plataforma FUNARJ EM CASA.

 

1) ESPETÁCULOS REALIZADOS COM PÚBLICO:

a) O produtor faz seu espetáculo com a presença do público em um dos nossos espaços culturais e grava o espetáculo por conta própria. Aqui, ele pode OPTAR por colocar o produto audiovisual resultante dessa gravação em nossa plataforma.

b) O produtor faz seu espetáculo com a presença do público em um dos nossos espaços culturais. Se a FUNARJ optar por realizar, ela própria, a gravação do espetáculo, o produto audiovisual resultante dessa gravação vai obrigatoriamente para nossa plataforma.

 

2) ESPETÁCULOS REALIZADOS SEM PÚBLICO:

a) O produtor paga a diária de locação – cujo valor varia, conforme o espaço cultural escolhido – para gravar seu espetáculo. Aqui, ele pode OPTAR por colocar o produto audiovisual resultante dessa gravação em nossa plataforma.

 

3) VÍDEOS DE ESPETÁCULOS PREVIAMENTE REALIZADOS:

a) O produtor tem um produto audiovisual já pronto de seu espetáculo/show. Aqui, ele pode propor a comercialização de seu vídeo em nossa plataforma.

 

Os conteúdos serão escolhidos de forma subjetiva, a critério da FUNARJ.

 

Em todos os casos alguns detalhes variarão e precisarão ser negociados:

  • O período que cada vídeo ficará disponível na plataforma será combinado entre o produtor e a FUNARJ.
  • O valor cobrado pelo ingresso será decidida pelo produtor, podendo haver diferentes faixas de preço do ingresso cobrado do público.
  • O produtor se responsabiliza pelos Direitos Autorais de seu produto audiovisual (ex. junto ao ECAD e/ou SBAT).
  • Todos os espetáculos realizados em nossos espaços culturais deverão respeitar o Protocolo de Segurança Sanitária da FUNARJ, adotado pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro, através do decreto nº 47.250, de 4/9/2020 (LINK PARA O PROTOCOLO).
  • Em razão da pandemia, a lotação de cada espaço cultural foi reduzida a um terço.
  • Distribuição da renda de cada ingresso online vendido: R$1,50 para a Yazo (plataforma de streaming) e, do valor que sobrar, 95% vão para o Produtor e 5% para a FUNARJ (enquanto perdurar a pandemia).
  • O limite de duração de cada vídeo é de 1h e 30 minutos.


Os interessados devem preencher e assinar o formulário abaixo e enviá-lo, em formato PDF, para pauta.funarj@gmail.com.

FORMULÁRIO

Dias da semana: Segunda, Terça, Quarta, Quinta, Sexta, Sábado, Domingo

Quando

Início: 08/03/2021

Término: 30/06/2021

Dias da semana: Segunda, Terça, Quarta, Quinta, Sexta, Sábado, Domingo

Inscrições para Programa Gestores 2021 – Sala Cecília Meireles abrem 3/5

Postado por Lays Silva em 23/abr/2021 -

O Governo do Estado do Rio de Janeiro, a FUNARJ e a Sala Cecília Meireles apresentam o Programa Gestores 2021, destinado a músicos e administradores da área da cultura interessados em gestão de salas de concerto. Ele inclui palestras e tutoriais on-line com os profissionais que atuam na Sala Cecília Meireles – espaço da FUNARJ –  e convidados, laboratórios de programação musical, produção e realização de concertos no Espaço Guiomar Novaes.

As aulas do Módulo 1 serão realizadas on-line pelo canal de YouTube da Sala Cecília Meireles, o Módulo 2 será realizado no sistema híbrido e o Módulos 3 será presencial.

1 – Inscrições gratuitas:

Período: 3 de maio a 4 de junho de 2021.
Formulário de inscrição no link.

2 – Vagas:

20 vagas para alunos ouvintes.
15 vagas para alunos efetivos residentes no Rio de Janeiro.

3 – Pré-requisitos: 

Possuir experiência como compositor ou intérprete na área da música de concerto; conhecer o repertório e seus principais compositores, do período barroco ao contemporâneo; ser proficiente em leitura e escrita em inglês e na utilização do programa Excel. É desejável, mas não imprescindível, que o candidato tenha conhecimentos de francês. 

4 – Seleção:

Análise de currículo e entrevista on-line.

5 – Certificado:

Será conferido certificado aos participantes ao final do Módulo 1 (ouvintes) e do Módulo 3 (efetivos).

6 – Frequência:

Os alunos efetivos deverão ter frequência mínima de 80% no Módulo 1 para passar ao Módulo 2. Os participantes deverão frequentar no mínimo três encontros do Módulo 2 para passar ao Módulo 3.

7 – Programa: 

..::: MÓDULO 1–5DE JULHO A 3DE AGOSTO Palestras e tutoriais:

Instrução e atividades assistidas em encontros on-line de 60 minutos com os responsáveis pelos setores da Sala Cecília Meireles.

5 de julho, 18h – Visão geral do funcionamento de uma sala de concertos.

Palestrante: João Guilherme Ripper, Diretor da Sala Cecília Meireles.

– 6 de julho, 18h – Planejamento e realização da temporada de concertos.

Palestrante: João Guilherme Ripper, Diretor da Sala Cecília Meireles.

12 de julho, 18h – Planejamento e realização das etapas de produção.

Palestrante: Mônica Diniz, Chefe da Divisão Arhs>ca da Sala Cecília Meireles.

13 de julho, 18h – Orçamento público e privado, legislação e contratos.

Palestrante: Silvio Moreia, Chefe da Divisão Administra>va da Sala Cecília Meireles.

– 19 de julho, 18h – Diversidade de demandas arcsIcas e de produção.

Palestrante: Isabel Zagury, Produtora da Sala Cecília Meireles.

20 de julho, 18h – Iluminação, sonorização, montagem e outras roInas de palco.

Palestrantes: Marcos Apolo, ex-Diretor Técnico do Teatro Amazonas e Fes>val Amazonas de Ópera Sérgio Santos, Coordenador Técnico da Sala Cecília Meireles.

– 26 de julho, 18h – Leis de IncenIvo e captação de recursos.

Palestrante: Priscilla Cadele e Leticia Santos, Ártemis Negócios Culturais e Sociais.

27 de julho, 18h – Comunicação e mídias sociais.

Palestrantes: Marcus Veras e Júlia Ronai, Assessores de Comunicação e Mídias Sociais da Sala Cecília Meireles.

2 de agosto, 18h – Convidado externo 3 de agosto, 18h – Convidado externo.

..::: MÓDULO 2 – 16, 23 E 30 DE AGOSTO Laboratório de gestão e programação:

O Módulo 2 do Programa Gestores 2021 reunirá os alunos a>vos em três salas de concerto virtuais, com missões e visões artísticas diversas. Os participantes colaborarão na elaboração do conteúdo artístico solicitado e no cumprimento de metas e prazos. Cada sala virtual receberá um orçamento para despesas artísticas, de produção e divulgação de quatro concertos que serão realizados nos meses de outubro e novembro. 

Nos encontros on-line e/ou presenciais dos dias 16, 23 e 30 de agosto serão abordadas as seguintes questões: 

  • Formulação do conceito da programação.
  • Pesquisa de repertório.
  • Criação da série de concertos.
  • Levantamento de custos de produção.
  • Levantamento de custos de divulgação.
  • Elaboração do orçamento detalhado e adequado ao valor disponível.
  • Elaboração do cronograma de produção.
  • Acompanhamento do processo para cessão do Espaço Guiomar Novaes.
  • Convite aos artistas, negociação de cachês e outros detalhes.
  • Elaboração das notas de programa e releases.
  • Ações em mídias sociais
    Produção de concertos.
  • Avaliação dos resultados a partir de relatórios de bilheteria e de mídia.
    Durante todo o Módulo 2, a Coordenação do Programa e as equipes poderão marcar encontros tutoriais adicionais com a equipe da Sala Cecília Meireles para suporte e acompanhamento dos trabalhos. Eventualmente, a Coordenação proporá às equipes situações hipotéticas a título de exercício.
  • 2. Rider técnico: 

A sala-modelo será o Espaço Guiomar Novaes, que possui as seguintes características técnicas:

1 . Lotação: 150 lugares com cadeiras móveis.

2. Rider técnico: 

2.1. Iluminação:
a) 45 lâmpadas par led 150W RGB.
b) 6 refletores elipsoidais de led RGBW.


2.2. Projeção:
a) Projetor Optoma.
b) Tela Elétrica branca, com ganho de 1.4, retrá>l e motorizada no formato 16:9, com tamanho ú>l equivalente a 120 polegadas. 

ETAPA 3 – OUTUBRO E NOVEMBRO 

Realização dos doze concertos no Espaço Guiomar Novaes. Avaliação dos resultados. 

Coordenação: João Guilherme Ripper 

Informações:
E-mail: programagestores.scm@gmail.com 

kadikoy moto kurye umraniye moto kurye tuzla moto kurye atasehir moto kurye moto kurye moto kurye moto kurye moto kurye moto kurye

moto kurye moto kurye moto kurye moto kurye moto kurye moto kurye moto kurye moto kurye

LER e FUNARJ apresentam Caleidoscópio da Cultura 2020 e Prêmio de Contos

Postado por Lays Silva em 28/out/2020 -

Nos meses que antecedem a realização da 4ª edição da LER, que será em junho de 2021, o movimento de democratização de acesso à literatura e a cultura não para. Com palestra musical do rapper, compositor e escritor Gabriel O Pensador, baseada nos livros ‘O Diário noturno’ e ‘Um garoto chamado Rorbeto’, e transmissão ao vivo para as redes da LER e da FUNARJ, o Caleidoscópio da Cultura 2020 e o 1o Prêmio Rio de Contos LER & FUNARJ serão lançados com as devidas honras e o cuidado que um evento em momento de pandemia merece.

“Precursoras à realização da 4ª Edição da LER, o Caleidoscópio e o 1? Prêmio foram especialmente pensados para o momento atual de grande necessidade de fomento ao setor da economia criativa, e reabertura gradual dos equipamentos culturais”, diz Luciana Potsch, diretora da LER.

A oportunidade do acesso a atividades culturais de qualidade, totalmente gratuitas, e a descentralização cultural são os pilares do Caleidoscópio da Cultura 2020, que este ano ganha força trazendo o 1? Prêmio Rio de Contos LER & FUNARJ do Estado do Rio de Janeiro, dois movimentos que se complementam. As iniciativas fazem parte da parceria da LER – Salão Carioca do Livro – com a FUNARJ – Fundação Anita Mantuano de Artes do Estado do Rio de Janeiro-, que, unidas, fomentam o setor da economia criativa do estado.

“Neste ano, a FUNARJ reforça e amplia sua parceria com a LER, expandindo o alcance do Caleidoscópio de Cultura e lançando o concurso literário, idealizado pela escritora Bárbara Caldas. Assim, não apenas amplificamos nossa participação neste importante projeto de troca de conhecimentos e popularização de atividades multiculturais, como também abrimos espaço para novos autores, numa iniciativa inédita na história da FUNARJ”, diz José Roberto Gifford, presidente da FUNARJ.

Caleidoscópio da Cultura 2020
O projeto são quatro montagens de espetáculos teatrais de dramaturgia a partir de textos literários nacionais. As obras serão encenadas nos equipamentos culturais da rede FUNARJ:

. Teatro Glaucio Gill, no Rio de Janeiro, em Copacabana;
Espetáculo Teatral “ONDE MORAM OS LIVROS?”
Dias 21 e 22 de novembro (sábado e domingo)

. Teatro Mário Lago, em Vila Kennedy;
Espetáculo Teatral “BRINCANTES DO BRASIL” Adaptado do livro de Daniela Chindler “Brincantes – ô abre a roda”
Dias 27 e 28 de novembro(sexta e sábado)

. Teatro Armando Gonzaga, em Marechal Hermes;
Espetáculo Teatral “As bibliotecas do Mundo”,
Dias 5 e 6 de Dezembro (sábado e domingo)

. Teatro Arthur Azevedo, em Campo Grande
Espetáculo Teatral ERA UMA VEZ..
Dias 12 e 13 de Dezembro (sábado e domingo)

1o Prêmio Rio de Contos LER & FUNARJ

Idealizado pela escritora Bárbara Caldas e co-realizado pela empresa Mater Produções, a proposta do 1? Prêmio Rio de Contos – Ler & FUNARJ é revelar e contribuir na formação de novos talentos literários espalhados e incógnitos no estado do Rio de Janeiro. Serão selecionados por um corpo de seis jurados atuantes no universo literário brasileiro, 20 textos que apontem para potenciais talentos. As inscrições poderão ser feitas a partir do dia 5 de novembro pelo site www.lersalaocarioca.com.br.

Os escolhidos serão contemplados com:

. Um pacote com aula magna de língua portuguesa, mini cursos de criação literária e literatura contemporânea em língua portuguesa, a serem ministradas por um super time de profissionais, e finalizando com mentorias individuais.
. Participação na publicação do livro Rio de Contos que será lançado na 4ª edição da LER, onde os autores serão verdadeiramente artistas, participando de sessão de autógrafos, debates sobre o projeto, processo criativo e sobre a contribuição do 1? Prêmio em seus amadurecimentos como autores.

kadikoy moto kurye umraniye moto kurye tuzla moto kurye atasehir moto kurye moto kurye moto kurye moto kurye moto kurye moto kurye

moto kurye moto kurye moto kurye moto kurye moto kurye moto kurye moto kurye moto kurye

FUNARJ procura parcerias com iniciativa privada

Postado por Lays Silva em 28/out/2020 -

A Fundação Anita Mantuano de Artes do Estado do Rio de Janeiro/FUNARJ planeja lançar editais ainda este ano para selecionar instituições da iniciativa privada que tenham interesse em formar parcerias em projetos culturais e para a melhoria dos espaços culturais da fundação, dentre eles a Casa de Cultura Laura Alvim, que comemora 35 anos de atividade em 2021.

Os detalhes serão anunciados em breve.

kadikoy moto kurye umraniye moto kurye tuzla moto kurye atasehir moto kurye moto kurye moto kurye moto kurye moto kurye moto kurye

moto kurye moto kurye moto kurye moto kurye moto kurye moto kurye moto kurye moto kurye