A incansável curiosidade intelectual do pianista Jean-François Heisser no palco da Sala Cecília Meireles

Música

 

Pianista experiente e de incansável curiosidade intelectual, Jean-François Heisser faz na Sala Cecília Meireles a estreia sul-americana de uma peça de Manoury e apresenta obras de Debussy e Beethoven

Regente, professor e pianista,nascido em Saint-Etienne, o músico foi discípulo e herdeiro de Vlado Perlemuter, Henriette Puig-Roget e Maria Curcio.

Seu repertório é vasto e sua discografia conta com mais de 40 gravações, incluindo a integral das obras para piano de Paul Dukas, que recebeu o prêmio Diapason d’or de l’année. Também gravou um box de 6 CDs dedicados ao repertório espanhol de compositores como Schumann, Brahms, Debussy e Saint-Saëns e, mais recentemente, a integral dos concertos para piano de Ludwig van Beethoven.

Além de sua intensa exploração do repertório regular, Jean-François Heisser também se destaca como importante intérprete de música contemporânea. Apresentou obras como o Klavierstücke, de Stockhausen, Des Canyons aux Étoiles, de Messiaen e o Mantra, de Stockhausen. Também fez a première mundial dos concertos para piano de Gilbert Amy e de Nguyen Thien Dao.

Desde 1991, Heisser atua como professor no Conservatório Nacional Superior de Música de Paris. Atualmente equilibra sua carreira como solista com suas atividades como diretor musical da Poitou-Charentes Orchestra e como diretor artístico de várias instituições.

Elenco: Jean-François Heisser, piano

Dias da semana: Quinta

Elenco Quando Ingressos Endereço