Érico Fonseca e Patrícia Valadão mostram música para trompete e piano no Espaço Guiomar Novaes

Música

Este recital engloba quatro compositores que produziram repertório para a formação de trompete e piano: o russo-germânico Vassily Brandt, o dinamarquês Thorvald Hansen, o suíço Jean-François Michel e o norte-americano George Gershwin. O século XIX foi um período de grande destaque para o piano como instrumento solista e camerístico mas, por outro lado, um período de escassa produção de obras para o trompete; poucos compositores da época escreveram obras que dessem destaque ao trompete. A primeira obra deste recital, a Peça de Concerto n. 2 de Vassily Brandt, foi composta em 1910. A obra resgata características inerentes ao romantismo germânico de meados do século XIX.

Dando continuidade à atmosfera romântico-tardia de Brandt, o programa continua com a Sonata para Cornet e piano, de Thorvald Hansen, uma das poucas obras camerísticas para trompete no período romântico (embora escrita no século XX). Em seguida, foram escolhidas obras do trompetista, educador e compositor suíço Jean-François Michel: Aeolus (2003), obra de características modais e com influências impressionista e messiânica, e Le printemps (2006), Lorie (2011), Intrada Canzonetta e Saltarello (1998), peças que contemplam os diversos níveis de dificuldade do instrumento e que realizam um verdadeiro passo-a-passo musical.

A última peça do programa é a célebre Rapsódia em Blue, em um belíssimo arranjo do grande trompetista soviético Timofei Dokshitser, que magistralmente adaptou esta obra orquestral distribuindo partes de solo e acompanhamento entre o piano e o trompete.

Elenco: Érico Fonseca, trompete, e Patrícia Valadão, piano

Dias da semana: Terça

Elenco Quando Ingressos Endereço