Na Sala Cecília Meireles, a música da Orquestra Sinfônica da UFRJ

Música

A mais antiga orquestra do Rio de Janeiro apresentará obras de fôlego de Richard Strauss, Ludwig van Beethoven e Claude Debussy.

A Orquestra Sinfônica da UFRJ (OSUFRJ) é a mais antiga orquestra do Rio de Janeiro, fundada em 1924. Diversos regentes com ela atuaram, entre eles os compositores Francisco Mignone, Lorenzo Fernandez e José Siqueira. Desde 1998, está sob a direção artística dos maestros André Cardoso e Ernani Aguiar. Suas funções acadêmicas visam o treinamento e a formação de novos profissionais de orquestra, solistas e regentes.

Doutor em Musicologia pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO), o maestro e violista André Cardoso foi o vencedor do Concurso Nacional de Regência da Orquestra Sinfônica Nacional em 1994, passando a atuar à frente de vários conjuntos como a Orquestra Sinfônica Brasileira e a Orquestra Petrobras Sinfônica. Foi diretor artístico do Theatro Municipal do Rio de Janeiro no ano de 2016 e atualmente é membro e presidente da Academia Brasileira de Música (cadeira No. 26).

Daniel Soares iniciou seus estudos aos 14 anos com seu tio Francisco de Assis Soares da Silva. Na UniRio, foi aluno de Zdenek Svab e Luiz Garcia, além de Samuel Hamzem. Participou de masterclasses com Radovan Vlatkovic, Marie Louise Neunecker, Will Sanders, Stefan Dohr, Abel Pereira e Frank Lloyd. Foi premiado duas vezes no Concurso de Jovens Solistas da OSB Jovem. Está concluindo o curso de bacharelado em trompa pela UFRJ na classe do professor Philip Doyle e é primeira trompa da Orquestra do Theatro Municipal do Rio de Janeiro.

Elenco: Orquestra Sinfônica da UFRJ. André Cardoso, regência. Daniel Soares da Silva, trompa

Dias da semana: Quinta

Elenco Quando Ingressos Endereço