Na Sala Cecília Meireles, Orquestra Sinfônica da UFRJ toca Ripper e Nunes Garcia

Música

Com obras sinfônicas dos brasileiros João Guilherme Ripper e José Maurício Nunes Garcia, a Orquestra Sinfônica da UFRJ se apresenta na Sala.

A Orquestra Sinfônica da UFRJ (OSUFRJ) é a mais antiga orquestrado Rio de Janeiro, fundada em 1924. Diversosregentes com ela atuaram, entre eles os compositores Francisco Mignone, Lorenzo Fernandez e José Siqueira. Suas funções acadêmicas visam o treinamento e a formação de novos profissionais de orquestra, solistas e regentes.

Ernani Aguiar estudou no Brasil com Santino Parpinelli e César Guerra-Peixe e aperfeiçoou-se em regência na Itália na Alemanha. Atua constantemente à frente de algumas das principais orquestras do país.

Inácio De Nonno é Doutor em Música – UNICAMP e Mestre em Música – UFRJ. Professor nas classes de Canto da Escola de Música da UFRJ, é membro fundador da Associação Brasileira de Canto. Sua dedicação e pesquisa da música brasileira levaram-no à Academia Brasileira de Música, onde ocupa hoje a cadeira nº 7.

O Coral Brasil Ensemble-UFRJ, criado 1999, tem como proposta a divulgação da música brasileira contemporânea, tendo recebido em 2000 o Diploma de Prata na categoria de coros de câmara, vozes mistas, na Choir Olympics 2000, em Linz, Áustria.

Elenco: Orquestra Sinfônica da UFRJ. Ernani Aguiar, regência. Maíra Lautert e Jacqueline Rezende, sopranos. Inácio De Nonno, barítono. Coral Brasil Ensemble – UFRJ. Maria José Chevitarese, regência do coral. Sérgio Di Sabbato, reconstrução do baixo instrumental

Dias da semana: Quinta

Elenco Quando Ingressos Endereço