No Teatro Glaucio Gill, curta temporada de “Rosencrantz e Guildernstern Estão Mortos”

Comédia Dramática

"Rosencrantz e Guildenstern Estão Mortos", escrito pelo inglês Tom Stoppard na década de 1960, traz à cena dois personagens coadjuvantes da tragédia de Hamlet, de William Shakespeare (1564-1616).

Enviados pelo tio de Hamlet para tentar conter a ira do sobrinho e desvendar a origem da sua loucura, os amigos do Príncipe da Dinamarca perdem-se na sua missão, incapazes de saber quem são e como vão agir.

A trama se desenrola nesta reflexão filosófica e existencial dos protagonistas sobre a vida, a arte e a morte, temas recorrentes nas obras de Stoppard.

Encenada pela Cia Teatral Milongas, a comédia dramática conta com a direção, adaptação e atuação de Breno Sanches, que divide o palco com os atores Hugo Souza e Leonardo Hinckel.   A supervisão geral é de Cesar Augusto, da Cia dos Atores, profundo conhecedor da obra de Shakespeare. Em 2004, Cesar participou de Ensaio.Hamlet, encenação de uma das montagens mais importantes e significativas na premiada trajetória de sua Cia.

Em Rosencrantz e Guildenstern estão Mortos o Milongas faz uso da metalinguagem e aposta em uma encenação dinâmica, estabelecendo uma cumplicidade do público com o jogo de cena. Assim, os adereços, figurinos e outros objetos cênicos manuseados pelos atores ficam expostos o tempo todo no palco, em uma espécie de coxia à mostra para o espectador.  A manobra é adotada para que os três atores interpretem, ao todo, 10 personagens – entre eles, Hamlet –, ganhando agilidade nas trocas de roupa e criando outras possibilidades de encenação.

Autoria: Tom Stoppard. Adaptação: Breno Sanches, Hugo Souza e Matheus Rebelo

Direção: Breno Sanches

Elenco: Breno Sanches, Hugo Souza e Leonardo Hinckel

Dias da semana: Quinta, Sexta

Elenco Quando Ingressos Endereço