Noite dedicada a Franz Schubert na Sala Cecília Meireles

Música

Neste primeiro concerto de dois da Série Sala de Música dedicados a Schubert, prestigiosos artistas apresentam o que há de mais variado no repertório de câmara do compositor austríaco.

Abrindo a primeira noite, a violinista Ana de Oliveira e o pianista Aleyson Scopel apresentam a bem humorada Sonatina para Piano e Violino em Ré Maior. Apesar do nome “Sonatina”, trata-se de uma obra inteligente e concentrada, escrita na mesma ocasião que a Sinfonia “Trágica”. Em seguida, teremos o Rondó em Lá Maior para Dois Pianos. Publicada um mês antes da morte do compositor, esta foi a última obra para 4 mãos escrita por Schubert. É uma obra difícil, tanto para os intérpretes quanto para os ouvintes e, para executá-la, os pianistas Ricardo Castro e Aleyson Scopel.

O desafiador Quartettsatz para quarteto de cordas encerra a primeira parte do programa, na execução do Quarteto de Cordas ArsNova. Trata-se de um movimento de um quarteto de cordas que Schubert não concluiu e que marca a fase inicial da “maturidade” do compositor.

A segunda parte do programa traz uma das obras mais populares de Schubert: o Quinteto em Lá Maior D.667, conhecido como “Truta”. Com uma instrumentação pouco usual – piano, violino, viola, violoncelo e contrabaixo – a obra é famosa pelo seu quarto movimento, uma série de variações sob um tema de Schubert que já havia sido utilizado em seu lied “Die Forelle (A truta). Apesar da pouca inovação harmônica, a Truta é uma obra primaveril e cheia de elementos schubertianos, certamente uma das mais admiradas pelo grande público.

Elenco: Aleyson Scopel, piano; Ana de Oliveira, violino. Quarteto de Cordas ArsNova: Nikolay Sapoundjiev, violino; Wagner Luis Rodrigues, violino; André Ferreira, viola; Emilia Ivova Valova, violoncelo

Dias da semana: Terça

Elenco Quando Ingressos Endereço