O repertório panorâmico da Orquestra de Solistas do Rio de Janeiro na Sala Cecília Meireles

Música

Formada por músicos atuantes no cenário camerístico e sinfônico, a orquestra apresenta um panorâmico repertório, com obras de Ravel, José Maurício Nunes Garcia, Alexandre Schubert e outros.

Fundada em Setembro de 2005, a OSRJ – Orquestra de Solistas do Rio de Janeiro – é uma orquestra de câmara formada por músicos atuantes no cenário camerístico e sinfônico. Com uma formação instrumental original e versátil, a OSRJ contempla um abrangente repertório de obras clássicas e populares. No histórico da OSRJ constam importantes produções e realizações: Estreia brasileira da obra “Sete Fábulas de La Fontaine”, do compositor catalão Xavier Bengerel, estreia carioca da cantata “Colóquio”, de Camargo Guarnieri, gravação de trilha sonora para filmes e participação em gravação de artistas nacionais, entre outros feitos.

Rafael Barros Castro formou-se bacharel em regência orquestral na UNIRIO com o Prof. Dr. Ricardo Tacuchian. Sob a orientação do maestro eslavo Anton Nanut, recebeu valiosas instruções sobre regência orquestral e repertório.

Como pianista camerista, foi premiado no Concurso de Música de Câmara de Curitiba-PR em 2002 com o Duo de violão e piano Dassié-Castro.

Além de atuar frente à OSRJ como maestro e diretor artístico, Rafael Barros Castro é também compositor, arranjador e pianista.

Elenco: Orquestra de Solistas do Rio de Janeiro. Geoffrey Fouvry, fagote. Rafael Barros Castro, piano e regência

Dias da semana: Sexta

Elenco Quando Ingressos Endereço