OSB, regida por Roberto Tibiriçá, com a pianista Sônia Goulart, se apresenta na Sala Cecília Meireles

Música

O programa deste concerto traz duas obras monumentais de Johannes Brahms – sua 3ª sinfonia e seu 1º concerto para piano – além de "Pour le piano", de Claude Debussy.

Nascido em São Paulo, Roberto Tibiriçá recebeu orientações de Guiomar Novaes, Magda Tagliaferro, Dinorah de Carvalho, Nelson Freire e Gilberto Tinetti. Atuou como Diretor Artístico e Regente Titular frente a várias orquestras, tais como a Orquestra Sinfônica Brasileira, a Petrobras Sinfônica e a Sinfônica Heliópolis, do Instituto Baccarelli. Recebeu em 2011 a Ordem do Ipiranga (a mais alta honraria do Estado de São Paulo), a Grande Medalha Presidente Juscelino Kubitschek (outorgada pelo Governo de Minas Gerais) e o Prêmio APCA (Associação dos Críticos Musicais de São Paulo) como Melhor Regente.

Uma das mais prestigiadas artistas brasileiras, Sônia Goulart é detentora de mais de trinta prêmios nacionais e internacionais. Nascida em Salvador, estudou na Europa com os grandes mestres Bruno Seidlhofer, Karl Engel e Stefan Askenase. Aclamada pela crítica especializada internacional, foi elogiada e comparada a nomes como Arturo Benedetti Michelangeli, Alicia de Larrocha e Martha Argerich. Atuou como solista das mais importantes orquestras europeias, ao lado de regentes como Rumpf, Bagnoli, Reichert, Spierman, entre outros. Doutora em Música pela Staatliche Hochschule für Musik und Theater Hannover, exerce também o magistério.

Elenco: Orquestra Sinfônica Brasileira. Roberto Tibiriçá, regência. Sônia Goulart, piano

Dias da semana: Sábado

Elenco Quando Ingressos Endereço