Recital/palestra discute no Espaço Guiomar Novaes estratégias composicionais e interpretativas

Palestra

Cristina Gerling e Ilza Nogueira argumentam sobre procedimentos composicionais e interpretativos que estimulam a imaginação para a construção de narrativas musicais.

Pode a música exercer o papel de uma linguagem, comunicando ideias? Podem os elementos de música conter valor semântico e referir-se ao universo extra-musical? Quando e como a música se torna “discursiva”? É pertinente ou relevante a compreensão musical sob o ponto de vista da narratividade? Estas são perguntas que há mais de duas décadas vêm estimulando teóricos da música a argumentações controversas. O tema da semântica musical é complexo, aberto a inesgotáveis dúvidas e totalmente avesso a respostas definitivas. No sentido de experienciar o valor das interpretações narrativas para a performance musical, Cristina Gerling e Ilza Nogueira argumentam sobre procedimentos composicionais e interpretativos que estimulam a imaginação para a construção de narrativas musicais. O uso intencional de apropriações textuais com valor expressivo, a dialogia entre culturas, estéticas e estilos, são estas as principais estratégias discursivas sobre os quais as autoras elaboram conjecturas e conclusões neste recital-palestra.

Professora Titular do Instituto de Artes na Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Cristina Capparelli Gerling concilia uma intensa agenda acadêmica e artística. Como pesquisadora na subárea de Práticas Interpretativas, tem trabalhos apresentados em renomadas instituições estrangeiras e publicados em revistas especializadas no Brasil e no exterior. Seus trabalhos investigativos recentes na área de musicologia cognitiva e do estudo da execução instrumental de alto nível tem sido aceitos nos principais congressos de área no país e no exterior. É coordenadora do Grupo de Pesquisa em Práticas Interpretativas da UFRGS (GPPI).

Ilza Nogueira é graduada em Música (Bacharelado em piano, 1972) e Letras (Licenciatura em línguas anglo-germânicas, 1971) pela Universidade Federal da Bahia. Especializou-se em “Novo Teatro Musical” na Escola Superior de Música de Colônia/Alemanha (1977), sob a orientação de Maurício Kagel, e obteve os títulos de Mestrado e Doutorado em Composição da Universidade Estadual de New York em Buffalo (1984) onde teve a orientação de Lejaren Arthur Hiller e Morton Feldman. Posteriormente realizou um estágio de pós-doutorado em Teoria da música na Universidade de Yale (1990-1991), sob orientação de Janet Schmalfeldt. É professora aposentada do Departamento de Música da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), onde lecionou disciplinas teóricas e composição em nível de graduação e pós-graduação, tendo sido Editor Chefe do periódico desse programa, “Claves”.

Elenco: Ilza Nogueira, palestrante. Cristina Gerling, piano

Dias da semana: Quinta

Elenco Quando Ingressos Endereço