Uma visita ao “Beco da Malandragem” no Teatro Armando Gonzaga

Musical

Um convite para visitar o malandro carioca a partir da década de 1950, passando pelas nuances poéticas e respectivas características que são refletidas nos corpos dos bailarinos em cena.

A lábia, malemolência, elegância, charme, sedução, cavalheirismo e esperteza da vida do malandro, que sobreviveu ás dificuldades e se fez crescer dentro de sua comunidade, gravando na história carioca a palavra malandragem.

Cariocas são conhecidos assim, por sua esperteza e seu modo de levar a vida, sempre tentando dar um jeito de escapar das dificuldades que lhe são impostas, sem perder o sorriso no rosto e a ginga no pé. Falamos desse malandro, que passa pelas vielas sem perder a direção, do malandro que encontra nos becos da vida, a saída à solução.

Autoria: Aline Araújo

Direção: Aline Araújo

Elenco: Bailarinos

Dias da semana: Sexta, Sábado, Domingo

Elenco Quando Ingressos Endereço